+(351) 275 779 060     Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  

Todos os eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
3
4
5
6
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Áreas da governação

Ação social

Ação social

Áreas de Governação
Ambiente

Ambiente

Áreas de Governação
Cultura

Cultura

Áreas de Governação
Desporto

Desporto

Áreas de Governação
Educação

Educação

Áreas de Governação
Proteção Civil

Proteção Civil

Áreas de Governação
Ordenamento do Território

Ordenamento do Território

Áreas de Governação
Turismo

Turismo

Áreas de Governação
Urbanismo

Urbanismo

Áreas de Governação
Agricultura e Desenvolvimento Rural

Agricultura e Desenvolvimento Rural

Áreas de Governação

 

Cinema

cine_clube_ABR_1
Categoria
Cinema
Date
2024-04-16 21:30 - 23:30
Local
A Moagem - Cidade do Engenho e das Artes
Telefone
Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Em abril irá comemorar-se os 50 anos do 25 de Abril, num ciclo denominado “Amanhã, livre”, em colaboração com o Jornal do Fundão.

Nos 50 anos de um momento decisivo para Portugal, para a democracia e a liberdade, o Cineclube Gardunha propõe-se a olhar o passado, relembrar os processos utilizados pela ditadura, bem como o momento revolucionário a quente e os seus efeitos posteriores.

No dia 2 de abril, n’A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, às 21h30, será exibido o filme “A Flor do Buriti”, uma “luta perpétua, até aos dias de hoje, do povo indígena Krahô, habitantes do território denominado kraholândia: área que compreende as fronteiras entre os estados do Maranhão, Piauí e Tocantins, no Brasil. Hoje, diante de novas ameaças, a resistência, a luta fundamental pelos direitos e liberdades, continua”. Os realizadores Renée Nader Messora e João Salaviza estarão presentes na sessão.

No dia 9 de abril, às 21h00, n’A Moagem, irá ter lugar uma sessão dupla, que será prestada homenagem a JAIME, de António Reis, que estreou em Portugal em 1974, um filme com a mesma idade da revolução de abril. Ante-estreado no Fundão pouco antes da revolução, no âmbito do aniversário do Jornal do Fundão, contou com a presença de grandes figuras, de Eugénio de Andrade a José Cardoso Pires ou a Fernando Lopes-Graça, bem como o próprio António Reis e Margarida Cordeiro. O Jaime retratado no filme é natural do Barco, concelho da Covilhã, tendo este filme uma forte ligação à região. De seguida, será exibido o filme/documento “Torre Bela”, do alemão Thomas Harlan, que o realizador “continuou a montar e a remontar obcessivamente até ao fim dos seus dias – existindo por isso múltiplas e diferentes versões – mostra-nos as promessas e utopias dos movimentos cooperativistas, dos trabalhadores rurais, a ascensão e queda de uma prática comunitária livre e igualitária. Fernando Paulouro e Isaura Reis participarão numa conversa logo após o filme.

A 12 de abril, na livraria “Livros Tintos”, às 21h00, dando seguimento a um pequeno ciclo de quatro filmes com esta livraria, será homenageado o escritor americano Hunter S. Thompson e o seu “Fear and Loathing in Las Vegas”. A homenagem será feita com a leitura de trechos da sua obra, num projeto pessoal de Johnny Depp, que deu, literalmente, o corpo ao manifesto como protagonista. “O inventor do jornalismo Gonzo – reportagem furiosamente na primeira pessoa – símbolo da contracultura e alguém que viveu a sua vida e a sua profissão nos seus termos, no fundo é um revolucionário humanista, anti-imperialista e apaixonadamente livre”.

No dia 16 de abril, n’A Moagem, às 21h30, será exibido o filme “48”, de Susana de Sousa Dias, que retrata um regime fascista e os seus processos, através de fotografias e dos depoimentos de quem foi preso e torturado pela máquina do regime Salazarista.

A 23 de abril, n’A Moagem, às 21h30, será exibido o filme “Cavalo Dinheiro”, o culminar do trabalho de Pedro Costa com a comunidade cabo-verdiana a residir em Lisboa. “Assim vimos o outro lado da revolução de abril, através dos olhos e das histórias de expatriados perdidos numa terra que os assombra. Sem bairro, sem comunidade, sem os seus, Ventura, o mais fabuloso ser da galeria dos filmes de Costa, vagueia pelas sombras de promessas perdidas”. João Dias, montador do filme e residente no concelho do Fundão, estará presente.

A fechar o mês, a 30 de abril, poderá ver o filme “Eu Capitão”, do cineasta italiano Matteo Garrone, “célebre pelo relato brutal e perturbador sobre a máfia de Nápoles que urdiu em Gomorra, narra agora a odisseia de um jovem senegalês de Dakar em busca de uma Europa mítica, numa arriscada travessia do Mediterrânea a bordo de um barco sobrelotado, depois de ter enfrentado a hostilidade do deserto e a crueldade dos centros de detenção na Líbia”. Com a presença de João Mota, Técnico Superior do Centro para as Migrações do Fundão e de mais convidados.

A entrada é livre. Faça a reserva do seu lugar através do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do contacto telefónico 275 773 032 (custo de uma chamada para rede fixa nacional).

 
 

Todas as datas

  • De 2024-04-02 21:30 a 2024-04-30 23:30
    terça-feira & sexta-feira

Criado em iCagenda

Serviços ao cidadão


BUPI - Balcão Único do Prédio

O Balcão Único do Prédio (BUPI) é uma plataforma online e um balcão de atendimento presencial, onde os proprietários podem fazer a georreferenciação dos seus terrenos e onde podem identificar e registar os seus prédios rústicos e mistos, de forma simples e gratuita.

O registo e a georreferenciação dos prédios rústicos e mistos permitem a proteção e valorização do território e um melhor planeamento e gestão sustentável para defesa de pessoas e bens, permitindo uma maior prevenção dos incêndios.

No Fundão existe um Balcão BUPi, no Centro Comercial Acrópole, e, no resto do concelho, estão a funcionar 19 Balcões BUPi, nas Donas, Orca, Alpedrinha, Bogas de Cima, Janeiro de Cima e Bogas de Baixo, Alcongosta, Pêro Viseu, Castelejo, Lavacolhos, Telhado, Soalheira, Póvoa de Atalaia e Atalaia do Campo, Alcaide, Fatela, Capinha, Vale de Prazeres e Mata da Rainha, Enxames, Três Povos e Souto da Casa.

Os Balcões BUPi funcionam sob marcação prévia, de segunda a sexta-feira, através do contacto telefónico 967 134 198 ou diretamente no Balcão do Acrópole e das Juntas de Freguesia.

Mais informações através dos contactos telefónicos gerais 213 212 484 ou do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e do site www.bupi.gov.pt

 

Plataforma de ensino assistido

SIGA

Refeições escolares

Investir no Fundão

Guia do investidor

#movetofundao

Contactos


Praça do Município
6230-338 Fundão
Portugal

T. (+351) 275 779 060
F. (+351) 275 779 079
E. geral@cm-fundao.pt

O Município nas redes sociais