MUNICÍPIO  |  REGISTO  |  DOCUMENTOS  |  CONTACTOS  |  SIGA-NOS: | | | |

System Messages

Via Sacra Noturna na Gardunha

Subtítulo

Sexta-feira, 23 de março

Imagem destaque

No âmbito da Quadragésima – Ciclo de Tradições e Semana Santa do Concelho do Fundão 2018, o Agrupamento do Corpo Nacional de Escutas 120 do Fundão irá realizar, no sábado, dia 23 de março, sexta-feira, às 21.00h, com início junto ao Centro de Saúde do Fundão, uma Via Sacra na Gardunha.
 
Num cenário noturno da Serra da Gardunha, as pessoas poderão percorrer e parar para contemplar dentro da floresta Estações de Quadros Vivos da Paixão de Cristo.
 
Historicamente, a Via Sacra teve origem na época das cruzadas e foi promovida pelos Franciscanos e particularmente por S. Leonardo de Porto Maurício. Por volta dos séculos XI e XII, os fiéis que percorriam os lugares sagrados da Paixão de Cristo na Terra Santa trouxeram para o Ocidente a peregrinação da Via Dolorosa em Jerusalém. Esta pretendia reproduzir o trajeto que Jesus fez do Pretório até ao Calvário. Por conseguinte, a Via Sacra é uma celebração da Páscoa que apresenta as cenas da Paixão de Cristo em catorze estações que reproduzem passagens dos Evangelhos, tratando-se por isso de uma celebração litúrgica que apela à meditação e à oração, através de um percurso espiritual.
 
Este percurso é realizado até ao Convento de Santo António, em catorze estações ou etapas:
1ª Estação: Jesus é condenado à morte.
2ª Estação: Jesus carrega a cruz às costas.
3ª Estação: Jesus cai pela primeira vez.
4ª Estação: Jesus encontra a sua Mãe.
5ª Estação: Simão Cirineu ajuda a Jesus.
6ª Estação: Verônica limpa o rosto de Jesus.
7ª Estação: Jesus cai pela segunda vez.
8ª Estação: Jesus encontra as mulheres de Jerusalém.
9ª Estação: Jesus cai pela terceira vez.
10ª Estação: Jesus é despojado de suas vestes.
11ª Estação: Jesus é pregado na cruz.
12ª Estação: Jesus morre na cruz.
13ª Estação: Jesus é descido da cruz.
14ª Estação: Jesus é Sepultado.
 
Os Quadros Vivos são a encenação das últimas horas da vida de Cristo que recorda o gosto pela dramatização de temas religiosos que remonta ao teatro medieval. Mais tarde, nos séculos XVII e XVIII, influenciada pela dramaticidade e pela opulência do Barroco, o martírio de Cristo torna-se no tema central dessas representações teatrais que ganham ênfase em procissões e dramas litúrgicos que pretendiam reproduzir os passos da Via Crucis, ou seja, a Via Sacra.
 

notícias

ultimas notícias

CÂMARA MUNICIPAL DO FUNDÃO

Praça do Município
6230-338 Fundão
Portugal

T. (+351) 275 779 060
F. (+351) 275 779 079
E. geral@cm-fundao.pt